Delegado Camargo garante apoio do deputado Polon para pauta armamentista de Rondônia

Deputado quer maior celeridade do Exército e desburocratização nos processos de CACs em Rondônia.

O deputado Delegado Camargo (Republicanos) esteve nesta quinta-feira (9), em Brasília, com o Deputado Marcos Polon (PL-MS) de quem garantiu apoio para o desenvolvimento da pauta armamentista em Rondônia. Uma das suas propostas de trabalho na Assembleia Legislativa, Delegado Camargo entende que o cidadão tem direito à defesa pessoal e que uso de uma arma é essencial para que esse direito seja efetivo.

Em reunião com o deputado Marcos Polon, o deputado Delegado Camargo solicitou apoio no sentido de desburocratização de processos dos Colecionadores Atiradores desportivos e Caçadores (CAC) perante o Exército em Rondônia.

Para se tornar um CAC o cidadão precisa se registrar no Exército Brasileiro fazendo o pedido de concessão de certificado de registro. Deve reunir a documentação exigida, ter mais de 18 anos, ou obter uma autorização judicial, mas é preciso mais de 25 anos para aquisição de armas de fogo, além, é claro, de estar em dia com a lei.

Parlamentar mais bem votado no Estado do Mato Grosso do Sul nas eleições de 2022, o deputado Marcos Polon é um dos grandes defensores do movimento armamentista e dos CACs em nível nacional, sendo um dos fundadores do movimento pró-armas e profundo conhecedor dos processos de registros de armas no Brasil

Para o deputado Delegado Camargo o apoio de Polon na causa dos CACs em Rondônia engrandece o movimento e dá a certeza de que o trabalho que vem sendo construído na Assembleia Legislativa de Rondônia será de grande êxito.

“O deputado Polón é um dos parlamentares que mais se destacam na defesa do movimento armamentista. Tenho certeza que seu apoio é de fundamental importância para que o cidadão de Rondônia e de todo o Brasil possa ter o seu direito de defesa pessoal utilizando a sua arma legalizada. Ele vai nos ajudar junto ao Exército Brasileiro para que consigamos dar celeridade nos processos de registros de colecionadores, atiradores desportivos e caçadores, que estão parados junto ao Exército em Rondônia. Vamos juntos construir uma Rondônia mais segura, garantindo os direitos de liberdade, de autodefesa, dos valores morais e da família”, disse Camargo.

Texto e foto: Assessoria parlamentar

Veja mais Notícias

Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *